Mochila de Viagem: Um guia essencial para você escolher a sua.

Qual mochila de viagem escolher é uma dúvida recorrente entre os viajantes. Não é pra menos; há inúmeros modelos, dos mais diferentes valores. Além disso, soma-se o fato de muitas vezes a mochila nos acompanhar por muitos e muitos anos.

Pensando nisso, a gente resolveu criar esse post e tirar todas suas dúvidas.

O mercado atual oferece uma vasta gama de opções de mochilas de viagem pra todo tipo de viajantes. Modelos, tamanho, materiais e preços. Então, é muito importante que você faça uma avaliação clara de qual uso será dado à sua mochila. Afinal, certamente há no mercado a sua mochila de viagem ideal, você apenas não sabe ainda qual é.

Leia também: Documentários pra inspirar sua próxima trip.

Tipos de mochila de viagem

Existem alguns tipos de mochilas pra viagens, como já mencionado acima. Abaixo listamos e vamos falar um pouco sobre cada um deles. No entanto, é sempre bom lembrar que são apenas sugestões. Nada conclusivo.

Mochilas de uso misto

Ao entrar numa loja pra escolher sua mochila pra sua viagem, ou até mesmo olhando nas redes sociais, certamente você já se deparou com uma dessas. Ultimamente tenho visto por aí incontáveis fotos com alguns modelos bem legais.

Mochilas de uso misto. Uma opção para viagens mais urbanas. | Foto: Freepik

As mochilas de uso misto são aquelas inferiores à 60 l. São portanto, mais indicadas pro viajante que faz viagens mais curtas, ou, ainda que longas, carrega poucas bagagens e não precisa transportar por exemplo, barraca e saco de dormir.

Normalmente, estas mochilas não contam com muitos bolsos, ajustes e barrigueira  (um item que sempre ajuda demais no conforto e na distribuição do peso). Dessa maneira, esse modelo torna-se mais recomendável pra viagens urbanas.

Recentemente, numa passada pelo Instagram, vi as mochilas da marca Beatnik & Sons, que achei incrível. Possivelmente pelo visual vintage que nos lembra filmes de décadas passadas, ou ambientados nelas, como por exemplo o Diários de Motocicleta que tanto gosto.

Mochilas de ataque

As mochilas de ataque, assim como as de uso misto, tem capacidade inferior a 60 l. Entretanto, raramente estas ultrapassam os 35 l. Em contrapartida, elas possuem alguns itens a mais no quesito conforto e segurança, como mais opções de ajustes, em alguns casos, barrigueira, entre outros…

Mochila de ataque. Uma opção para apoio em trilhas ou caminhadas. | Foto: Freepik

Estas mochilas são comumente usadas por adeptos da pratica de Trekking. Como resultado, são mochilas de viagem com melhor construção e mais bem pensadas no conforto e segurança de quem as utiliza.

São modelos muito indicados para servir como mochila de apoio. Dessa forma, sua mochila principal pode ser mantida no local da hospedagem, enquanto que a de ataque te acompanha com os itens pra uma caminhada ou trilha leve.

Se você curte trilhas e trekking, não deixe de ler: Trilha até o Pico do Pião. Uma das principais trilhas de Ibitipoca

Mochila cargueira pequena

Existe também a opção de mochilas cargueiras pequenas. estas tem normalmente entre 35 e 60lts. São um meio termo entre as mistas e as de ataque. Elas tem uma maior capacidade de carga, e vários itens de conforto e de segurança que as de ataque tem. (explicaremos estes itens abaixo)

Mochila cargueira pequena. Opção mais confortável pra viagens curtas. | Foto: Freepik 

São portanto, uma boa mochila  para viagens de média duração, e que você precise carregar a mochila por mais tempo. Como por exemplo um acampamento, ou ainda uma viagem urbana em cidades mais cheias de subidas e descidas, como Ouro Preto e Petrópolis.

Mochilas cargueiras grandes

Normalmente a mochila de viagem escolhida pela maioria dos viajantes, são as grandes cargueiras. Não só porque ela com certeza carregará tudo, como também pelo fato de que o investimento será feito apenas uma vez. 
Além disso, há modelos de cargueiras que trazem junto uma pequena mochila de ataque que pode ser retirada pra te servir como apoio.

Em contrapartida, acreditamos ser o modelo que se deva ter mais cuidado com a escolha. Como dito, há no mercado muitos modelos, porém uma má escolha, sobretudo numa mochila dessa categoria, devido seu tamanho, pode trazer sérios prejuízos, não apenas para o bolso, como também para a saúde.

Mochila cargueira grande. A opção ideal para viagens longas. | Foto: Freepik

Agora você já tem uma base pra começar a busca pela sua mochila de viagem.  Certamente você já tem uma noção mais clara de qual modelo vai te servir melhor com base no que foi apresentado acima.

Em seguida, queremos te auxiliar ainda mais pra não cair em furadas.

Conhecendo sua próxima mochila

Você já viu as principais categorias de mochila de viagem, e qual o melhor uso pra cada uma delas. Só que apenas a categoria não é tudo o que você precisa saber. Há muito mais variáveis nessa equação.

Como as de uso misto são relativamente mais simples (não dispõem de tantas regulagens, bolsos e etc…) algumas das dicas a seguir se aplicarão melhor às mochilas cargueiras.

Tamanho ideal

Logo após definir o tipo de mochila pra sua viagem, é hora de pensar no tamanho ideal. Muito cuidado nessa hora. Ok?

Há informações controversas acerca do limite suportado. Enquanto algumas fontes indicam não ultrapassar os 10% do peso corporal, outras indicam não exceder 1/3 do próprio peso. O que me parece mais realistas, posto que uma mochila pesa em média 1,8kg e acrescido peso de barraca, e isolante térmico já excederia esse peso.

Veja bem; tenho 84Kg, na primeira situação, eu carregaria 8,4kg. Na outra hipótese, eu poderia carregar 28Kg. Porém levo bem menos que isso.

Procure decidir tudo que julga importante carregar, para calcular então qual litragem/tamanho a sua mochila cargueira -pequena ou grande- deve ter. Sempre buscando não exceder demais, pois caso contrário uma hora a coluna cobrará.

A carga máxima da mochila deve ficar em torno dos 10% do peso corporal. Porém há fontes que considerem que não deva ultrapassar 1/3.

Criamos abaixo uma tabela pra te auxiliar na escolha da litragem baseada no peso suportado.

Quadro de relação entre peso e tamanho da mochila.  Para até 6kg, mochila de 15 à 25 litros. De 7 à 10kg, 30 à 45 litros. de 11 à 14 Kg, 45 à 60 litros. Se sua carga for entre 15 e 20kg, mochila de 60 à 80 litros, porém se superior à 20kg, recomenda-se uma cargueira superior à 80 litros.

Aberturas

Ao passar do tempo, as mochilas cargueiras começaram a ganhar novas opções de abertura. As pioneiras abriam apenas o topo, enquanto que modelos de poucos anos atrás, abriam também o fundo no intuito de facilitar o acesso ao interior. No entanto, modelos mais recentes como a Forclaz 60 da Quechua possuem uma abertura frontal que permite uma visão geral da bagagem.

Uma boa abertura frontal facilita a visão do interior tornando muito mais pratico o acesso ao conteúdo da mochila.

Essa abertura frontal se assemelha a uma mala e hoje é quase essencial, pois caso contrário, é como se a mochila fosse um grande saco, onde o acesso ao conteúdo fica extremamente prejudicado.

Costas

Outro item que merece atenção extra, é o forro e estrutura do encosto. Muitas mochilas, principalmente as grandes cargueiras, possuem barras de metal que dão estrutura à mochila, além de ajustar a postura corporal.

Um bom encosto além de estruturado e macio, deve permitir uma boa circulação de ar.

Além da estrutura, é importante notar o material que é feito. Se é algo liso ou algo poroso, tipo redinhas e com vincos altos e baixos no forro que possibilitem que o ar circule pelas costas.

Bolsos e compartimentos

Outro item a ser levado em conta numa mochila de viagem. Bolsos são itens que fazem uma baita diferença, porém vale lembrar sempre da questão do equilíbrio. Nem muito, nem pouco. O necessário.

Muitas mochilas se apresentam com tendo espaço pra tudo com incontáveis bolsos. Porém, esse excesso pode vir a atrapalhar no equilibrio da mochila, e tão logo, em desconforto ou problemas maiores à longo prazo. 

Nem demais e nem de menos. Muitos bolsos pode interferir negativamente no equilíbrio da sua cargueira.

Bolsos grandes demais, podem deixar os itens muito soltos, e eventualmente, facilitar a quebra. Por outro lado, bolsos pequenos demais podem impedir que entre itens importantes. 

Camelbak

Outro item que vem ganhando destaque nas mochilas, mas que particularmente, considero supérfluo, é o Camelbak.  Este é tendencia que vem das mochilas de hidratação usadas em competição. Nada mais é que uma bolsa de água que fica entre o encosto e o compartimento de cagas com uma mangueirinha que leva água até a boca.

Porém o que nasceu pra facilitar, pode ser um tanto trabalhoso quando a mochila está cheia e todo o conteúdo prensado. Além do fato da higienização -que convenhamos. A velha garrafinha é muito mais prática.

Espaços externos

Não tão imprescindível (exceto para trekking), porém muito útil, são a possibilidade de itens externos. Algumas mochilas cargueiras, como a Curtlo Mountaineer 50+10, e a Deuter Futura 50+10 vario, possuem cintas externas para transporte de bastões de caminhada e isolante térmico, -respectivamente.

Confira se há espaços principalmente para isolante térmico e barraca.

Capa de chuva

Alguns modelos de mochila de viagem, contam com uma capa de chuva já embutida nela mesmo. Este é um item que não é fundamental, porém é um detalhe à mais que pode no entanto, fazer uma diferença quando o céu fecha e a chuva cai, e não há um lugar pra se abrigar por perto.

Tecidos

Seria impossivel citar todos tecidos aqui, afinal, cada vez que um fabricante desenvolve um material, atribui um nome à ele. Todavia, recomendamos que observe se o material da mochila é do tipo “Rip stop”. Em síntese, é um material que se observado próximo, se pode ver uns alto relevos quadrangulares. Eles são pequenos filamentos de nylon distribuídos em forma de grade com o intuito de impedir que um rasgo se prolongue, sendo pausado por essa pequena telinha.

Fecho eclair

Por mais que seja um item que nunca prestamos real atenção, o fecho eclair tem muito à dizer sobre qualidade. Busque pela sigla YKK pois ela é um grande indicador.

Os fechos ecleres (fica lindo no plural) YKK, são produzidos pela principal empresa do setor, a “Yoshida Kogyo Kabushikikaisha” (tive que dar um google). Esta é uma empresa japonesa fundada em 1934 e responsável por 90% dos fechos do mundo.

São extremamente respeitados pela sua altíssima qualidade. Algo que  faz parte da filosofia da empresa. Chamada de “Ciclo de Bondade”, pelo Sr. Yoshida.

“Ninguém prospera a não ser que traga benefícios aos outros”
Yoshida Kogyo Kabushikikaisha

Planejando uma viagem? Conheça o Couchsurfing e tenha experiências incríveis com anfitriões locais

Ajustes

Uma vez que você já tem sua mochila em mente, levando em conta todos os itens mostrados acima, chegou a hora de entender melhor sobre estes itens imprescindíveis. Os ajustes.

A presença destes é praticamente uma certeza de que a sua mochila de viagens vai de fato se adequar e se adaptar a você.  Procure por ajustes que possam ser feitos apenas com alguns puxões, sem que haja a necessidade de faze-los manualmente como costuma ser nas mochilas escolares.
Veja abaixo cada item.

Barrigueira

Possivelmente um dos itens mais importantes. É ele que será encarregado de aliviar boa parte do peso da sua lombar. Uma boa barrigueira deve ser bem acolchoada e de fácil regulagem. Bolsos de acesso rápido para os principais itens é um bom diferencial e hoje presente na maioria das barrigueiras. Só que em alguns casos é tão pequeno que é praticamente inutilizável.

Altura

Os ajustes de altura, diferentemente das alças, existem com a finalidade de -pasmem-, ajustar a altura da lombar. O que isso quer dizer? 
Pra sua mochila de viagem ficar devidamente acomodada, a barrigueira deve ficar apoiada sobre o quadril. 

Esse ajuste de altura existe pra mover a mochila verticalmente independente da alça, afim de posicionar a barrigueira onde ela deve estar.

Alças

As alças das mochilas cargueiras, não tem -como muita gente acredita- o único objetivo de ajustar a altura da mochila. Elas servem na verdade, pra fixar a mochila junto ao corpo, e como a barrigueira manterá a mochila junto ao quadril, os ajustes devem ser feitos pra juntar a alça ao ombro. 

Como dito acima, prefira os ajustes deslizantes, posto que a mochila, possivelmente pesada estará no corpo, e vai necessitar apenas alguns puxões pra você ter uma mochila bem ajustada.

Ombros

Falando em ombros, saiba que tanto quanto a barrigueira, este ajuste é um dos melhores amigos da sua coluna. Em resumo, ele é o grande responsável por manter a crush mochila juntinho do corpo. Puxar este ajuste faz com que a parte superior da mochila não fique inclinada para trás, forçando entretanto, sua coluna.

Peitoral

Por mais que possa não parecer, a fita peitoral é um ajuste importante para o equilíbrio da sua mochila, visto que impede, juntamente com a alça de ombros, que ela vire para trás. 

Pode ser apenas um detalhe. Mas há mochila de viagem que tem anexado à alça peitoral um apito. Por mais que seja algo aparentemente besta, ainda assim pode fazer diferença numa situação de perigo.

Novidades do mercado

Recentemente a gente vem vendo uma grande mudança no mercado de mochilas. Está cada vez mais fácil encontrar mochilas adaptadas ao corpo feminino, que tem uma estrutura completamente diferentes da do corpo masculino.

Isso mostra não só que as mulheres vem cada vez mais ocupando espaços onde antes não era tão comum, como também que as empresas vem as respeitando e tentando oferecer produtos de qualidade e realmente adaptados à elas.

Recentemente a Deuter lançou a linha Fox. Uma  mochila de viagem para a molecada. Segundo a fabricante alemã, as mochilas foram desenhada pra crianças à partir dos 8 anos de idade.

Mochilas de viagem. A escolha correta te acompanhará por anos. | Foto: FreePik

Deu pra perceber que escolher a melhor mochila de viagem não é a tarefa mais simples né?

Antes de mais nada, a gente aconselha que, ainda que você vá comprar pela internet, busque uma loja física pra testar pessoalmente antes da compra.

No mais, temos certeza que estas dicas vão te ajudar nessa que é uma grande dúvida.

Curte nosso blog? Que tal planejar sua viagem usando nossos links


Usando nossos links você não paga nada mais por isso e além disso, nos ajuda manter o blog. Assim podemos continuar a criar conteúdo cada vez mais relevante pra você.

banner "planeje sua viagem"

Gostou do post?
Salve este pin a fim de sempre encontra-lo.

pin para pinterest com mochila de viagem.