Top

Minas Gerais

 

O que esperar de Minas Gerais?

Dizem que o Brasil está dentre os países mais hospitaleiros do mundo. Se isso é verdade, Minas Gerais é o seu coração!

A cultura popular, genuína e latente, pulsa com os tambores do Congado, em manifestações culturais que se mantêm ao longo dos séculos. As águas apressadas entre as montanhas são como sangue correndo nas veias, que se rompem num grito estrondoso, desabando em cachoeiras. A culinária alimenta o corpo e a alma, porque o calor vai além das chamas do fogão a lenha: vem do amor de quem prepara tudo com tanto cuidado.

O estado, tão gigante quanto um continente, certamente exige alguns dias de quem quer atravessá-lo de norte a sul. Mas é certo que seriam necessárias muitas vidas para se viver todas as suas histórias.

Sorrisos acanhados, olhares doces, passos desapressados.

Minas Gerais é um grande abraço!

 

O que Minas Gerais tem?

15 Parques Estaduais
08 Parques Nacionais
1000 + Cachoeiras
Artesanato do Vale do Jequitinhonha
Maior museu a céu aberto do mundo
Maior província gemológica do mundo

Custos Típicos ao Viajar

Acomodação – Há todo tipo de opção. De grandes hotéis a pequenas pousadas. É claro que apenas as cidades maiores são capazes de oferecer hospedagens de luxo, melhor estruturadas e mais completas. Mas se aceita um conselho, em se tratando de Minas Gerais, quanto menor o lugar, melhor! Além de valores mais baixos, é dessa forma que você ficará mais perto dos nativos, vivenciando o lugar como nenhuma agência de viagens é capaz de proporcionar!

Alimentação – Cada região de Minas Gerais tem diferentes pratos típicos. Isso porque devido à sua dimensão, o estado tem grandes variações climáticas. Ao sul, por exemplo, é possível experimentar o pinhão, pois o frio é ideal para o desenvolvimento de araucárias. Mais ao norte, calor intenso no cerrado, onde existem frutos como o pequi, tão difícil de ser encontrado em outras regiões do Brasil. Não há dúvidas de que esta miscelânea proporciona uma experiência gastronômica diversa, marcante e incomparável. Esteja atento à região e seus produtos, bem como a época de colheita. Tudo isso pode influenciar bastante no preço das refeições.

Transporte – Apesar do estado ser muito extenso, poucas cidades contam com aeroportos. Além disso, voos domésticos não são tão baratos. As melhores opções são ônibus ou carro. Para os mais aventureiros, algo que funciona muito bem são as caronas: podem ser combinadas via aplicativo, ou conseguidas na própria estrada. Em Minas Gerais passam grandes rodovias estaduais e nacionais, como a BR-040 (Rio-Brasília) ou a BR-116 (Rio-Bahia). Há quem viaje de bicicleta, mas esteja preparado: o estado está entre grandes montanhas, o que pode exigir um pouco mais de condicionamento físico.

Orçamento Diário Sugerido – R$ 75 a 120 | 23 a 35 € | U$ 26 a 39
Nota: este é um orçamento sugerido supondo que você esteja hospedado em um hostel ou albergue, fazendo suas refeições em estabelecimentos frequentados por locais, e usando transporte público. Com as dicas abaixo, você pode economizar bastante. No entanto, se você optar por ficar em acomodações mais extravagantes ou comer fora com mais frequência, em restaurantes de bairros turísticos, a expectativa é que orçamento diário precise ser bem maior.

Dicas para Economizar Dinheiro

Prato do Dia Muitos restaurantes têm no menu um prato mais barato em determinados dias da semana. Isso pode ser devido ao preço dos ingredientes naquela época. Opte por estes para economizar. O mesmo vale para suas compras no supermercado caso vá preparar suas refeições: escolha alimentos de fácil preparo, e pesquise quais estão na promoção no dia ou semana.

Transporte Algumas cidades mineiras contam com aluguel de bicicletas ou de patinetes elétricos, que são uma boa pedida para conhecer os arredores. O custo costuma ser bem baixo. Uber vale a pena quando se está em grupo. Como viajamos em família, na maioria das vezes, pedir um Uber sai mais em conta do que pagar três passagens de ônibus (dependendo da distância, claro). As cidades menores, porém, podem não contar com nenhuma dessas opções, mas por serem pequenas, permitem que muitos passeios sejam feitos a pé.

Couchsurfing Nas cidades maiores de Minas Gerais, o Couchsurfing tem boa aceitação e é bem difundido. Já em lugares menores, essa modalidade de hospedagem nem mesmo é conhecida. Para os lugares que contam com o CS, vale a pena tentar. Para os outros, há sempre a alternativa de acampar em praças e coretos, ou fazer amizade com locais e conseguir um cantinho aconchegante para passar a noite ou um quintal para montar a barraca. Para viagem em grupos, o AirBnB é excelente.

Nossas Viagens por Minas Gerais

No dia 07 de janeiro de 2014, surgiu a ideia de uma longa viagem imersiva por Minas Gerais, à qual chamamos carinhosamente de “Expedição Pão de Queijo“. Veja as cidades por onde já passamos:

Clique no mapa para ver nele os destinos:

0

Mineira do Vale do Jequitinhonha, é apaixonada por tradições populares. De alma nômade e pés inquietos, sonha poder conhecer o mundo todo e suas diversas manifestações culturais.