Circuito Turístico das Pedras Preciosas em Minas Gerais

Circuito Turístico das Pedras Preciosas

Apesar do turismo em Minas Gerais girar sempre em torno das mesmas cidades, o estado conta com 46 regiões turísticas! Uma mistura de vilarejos do interior, grandes centros, destinos históricos, com belezas naturas, etc. Tem pra todos os gostos! Hoje a gente fala um pouquinho do Circuito Turístico das Pedras Preciosas, na região nordeste do estado.

A Região

Embora pouca gente saiba, é lá no interior de Minas que está a maior e mais importante região produtora de pedras preciosas do planeta!

O lugar é chamado de “província gemológica”, um termo que se refere à área que produz gemas em quantidade e variedade muito grandes. No mundo inteiro, 9 dessas províncias são conhecidas, mas a brasileira é a maior em extensão territorial e em diversidade de pedras.

Pra se ter uma ideia, é tanta pedra que os cientistas consideraram uma “anomalia geológica”! A gama de jóias encontrada é enorme!

Circuito Turístico das Pedras Preciosas

Para a região, nenhum outro nome seria mais adequado que Circuito Turístico das Pedras Preciosas, né? Pessoas do mundo inteiro chegam até lá, atraídas pelas gemas que são comercializadas em grande escala. Elas estão por toda parte: nas ruas, lojinhas, feiras…

Além de poder admirar a beleza das pedras, as cidades oferecem experiências turísticas pelas construções da cidade que se ergueram principalmente graças ao garimpo.

No total, 25 cidades compõem o Circuito Turístico das Pedras Preciosas, das quais se destacam Padre Paraíso – onde ainda existem minas para exploração – e Teófilo Otoni, sede da FIPP (Feira Internacional de Pedras Preciosas) e principal ponto de partida para visitas ao garimpo e casas de lapidação.

As demais cidades também possuem atividades voltadas para esta temática. Caraí, por exemplo, tem inúmeros garimpos que recebem turistas. No entanto, há muito mais: Novo Cruzeiro é famosa por seu festival da cachaça; Capelinha é a cidade do café; Água Boa conserva o tradicionalismo mineiro e as festas religiosas típicas do interior.

Seja na culinária, no artesanato ou nos costumes, cada lugar tem um encanto que lhe é particular.

Cidades que fazem parte do Circuito:

– Água Boa
– Angelândia
– Campanário
Capelinha
– Caraí
– Carlos Chagas
– Catuji
– Francisco Badaró
– Franciscópolis
– Itaipé
– Itamarandiba
– Itambacuri
– Jenipapo de Minas
– Ladainha
– Malacacheta
– Minas Novas
– Nanuque
– Novo Cruzeiro
– Novo Oriente de Minas
– Padre Paraíso
– Pavão
– Poté
– Serra dos Aimorés
– Setubinha
– Teófilo Otoni

Quando iniciamos a Expedição Pão de Queijo, foi pelo Circuito Turístico das Pedras Preciosas. O primeiro, mas que precede tantos outros que nos esperam!